Tumblelog by Soup.io
Newer posts are loading.
You are at the newest post.
Click here to check if anything new just came in.
bernardovieira0

São Paulo Competição Há 20 Anos Contra A Cracolândia, Sem Vencer; Por Quê?

Fundada Em 1971


Obras de João Ribeiro Junior poderão ser conferidas em São Pedro, a começar por dezenove de janeiro, próximo domingo. Com temática variada, as matérias-primas dos bicos de pena de João Ribeiro Junior são o pincel, o nanquim, os lápis de cor, o papel vegetal e a cartolina. Dessa vez, o artista escolheu como destaques para a apresentação, entre outros, uma representação do Brasil Colônia, de 1989, e um rosto de Cristo, produzido em 1968, além de certas silhuetas e nus femininos. Casarões e igrejas de Ouro Preto (uma releitura do Estes Alinhadores São Estéticos E Móveis , com acréscimos), ruas e edifícios de Parati, garotas, negros, mulheres, cota das 14 estações da Estrada Sacra são outros tópicos aos quais vem se dedicando.


De teu currículo artístico consta a formação em curso livre de Desenho e Pintura da Associação Paulista de Incríveis Artes, tendo sido sócio-fundador da Associação dos Artistas Plásticos de Jundiaí (SP). Com imensas participações em salões, mostras e oficinas de artes visuais, é artista premiado e citado no Anuário Jundiaiense de Artes Plásticas (1999) e Enciclopédia Cultural de Paula (2006), assim como de tua cidade natal.


Então, a estudante do curso de antropologia da UnB Braulina Aurora considera a existência de processos seletivos específicos “uma conquista dos povos indígenas”. Na opinião da estudante, da etnia Baniwa, a partir deste pontapé, outros desafios se colocam. Segundo Braulina, que preside a Associação de Acadêmicos Indígenas da UnB, um dos tópicos é elementar: o domínio do português, segunda língua dessas pessoas.


Na UnB, ingressantes têm acesso a um curso de português instrumental. Complementarmente, na faculdade, há algumas iniciativas como o Projeto Raiz, destinado a indígenas e também a alunos estrangeiros. Por meio dele, os alunos são acompanhados por estudantes que atuam como monitores. “A faculdade tem que assimilar nossa diferença, ao estar presentes neste espaço”, destaca Braulina. Além do apoio pedagógico, são necessárias políticas pra viabilizar a permanência dos estudantes na faculdade, como garantia de auxílio para moradia e alimentação. Segundo a Funai, para o apoio a estudantes indígenas, existe a Bolsa Permanência, desenvolvida na Portaria n° 389/2013 do Ministério da Educação (MEC).


A Funai tem termos de cooperação firmadoscom sete universidades (UFSCar, UFMG, UEFS, UNIJUÍ, UEMS, UnB e IFMG). Ao todo, 181 estudantes indígenas são beneficiados por ações formadas a partir desses acordos. De acordo com a Funai, esse é o principal programa de assistência estudantil para estudantes em situação de carência socioeconômica, em especial os indígenas e de comunidades quilombolas, entretanto só tem cobertura pras universidades federais e institutos federais.


25 - Em 2006, a NASA alega ter perdido os filmes originais do primeiro pouso na Lua, que teriam particularidade bem superior aos exibidos a todos até hoje. De acordo com a NASA, as pessoas que trabalhavam no arquivo da NASA mudaram de emprego, aposentaram ou até já morreram. Por causa isto, a NASA teria perdido o controle sobre o recinto onde estavam as fitas com as gravações originais.


Conforme neste instante declarado acima, a NASA insiste em contar que apagou as fitas originais do seu superior feito histórico pra poupar dinheiro. Vinte e sete - Richard Nafzger, engenheiro da NASA, confessa que o objetivo superior do governo dos Estados unidos em ligação à ida do homem à Lua era para efeito de marketing.



  • Três Questões Pra... Maura Leão, presidente da Belta


  • 1 Cuidado parental em humanos

  • Educação a Distância

  • Capes segura desde junho divulgação de pesquisas ganhadoras de prêmio 14/dez | 06h00

  • 9 Engenharia Química



A NASA ainda não veio a público negar esta dado dada pelo engenheiro Richard Nafzger. Vinte e oito - Indício de ter sido usada iluminação artificial em inúmeras fotos nas quais os astronautas aparecem bem iluminados, contudo os locais ao fundo se comprovam muito escuros. O Programa The Mythbusters (Os Caçadores de Mitos) fez um programa especial vendo alguns dos indícios de fraude descritos no web site A Fraude do Século. Segundo Os Caçadores de Mitos, 20% do povo norte-americano não acredita que o homem tenha pisado pela Lua.


Portanto, eles montaram um filme muito divertido afim de provar que o homem teria ido sim à Lua. Histórico E Características Caçadores de Mitos analisaram vários dos indícios de fraude e fizeram um fantástica serviço procurando, de imensas formas possíveis, explicações pra que pudessem ser refutados tais indícios. Um último teste que eles fizeram foi lançar um feixe de laser num retrorefletor que teria sido deixado pela Lua durante a Função Apollo 15 e esperar o regresso deste feixe de laser pela Terra. Brasileiras Ganham Bolsas Para Mestrado Pela Califórnia acordo com equipamentos sensíveis ligados aos pcs do Observatório Apache Point, onde foi elaborado o teste, partículas do feixe de laser teriam voltado à Terra.


Don't be the product, buy the product!

Schweinderl